Filho de, Manoel Rodrigues e Eugênia Sumensari Martins(†), nascido no Sitio São Paulo, da família, na Água da Bananeira, município de Oscar Bressane, porém registrado na cidade de Lutecia, ambas na região Centro Oeste do Estado de São Paulo, distante 11 quilômetros uma da outra, filho de lavrador e sanfoneiro oficial dos bailes semanais nas fazendas vizinhas – cresceu entre as tarefas de um sítio normal, como cuidar de hortas, varrer quintal, apartar bezerro, limpar tronco de café (rudin) por ocasião da colheita e, em tocatas nos encontros em sítios, comícios de campanhas políticas da época, com seu “tamborete”, com balde de leite já sem condições de uso, e coro de cabrito, junto com seu pai, o “Mané Sanfoneiro”.
Mais tarde com 10 anos ingressou no Seminário São José da cidade de Assis, onde ficou somente um ano. Depois foi para Guarulhos, SP

com a família onde continuava estudando e trabalhando, hora como engraxate, vendendo sorvete, em chácaras de verduras ou de flores até completar 14 anos. Aí então tirou sua carteira profissional e foi para uma metalúrgica, tornando-se, ajustador, depois torneiro mecânico. Logo se casou, ainda quando prestava o serviço militar na Aeronáutica, na Base Aérea de Cumbica, Guarulhos, SP.
De volta do serviço militar foi ser motorista de caminhão onde viajava por toda Minas Gerais. Sempre muito dedicado ao trabalho e com o sonho de um dia vencer na vida, de repente se encontra trabalhando em um cargo de grande responsabilidade e de muita importância em sua vida, na “Cerâmica Brumatti”, uma empresa da região de Guarulhos onde permaneceu por oito anos até se mudar com a família para São José dos Campos em 1.986, trabalhando de motorista de caminhão a vendedor de material elétrico e eletrônico até que em 98 criou sua primeira empresa, vindo a criar outra em 2009.
Na música, conheceu seu primeiro parceiro, Santhiago, formando a dupla; “Rodrigues & Santhiago”. Em 2004 foi descoberto por um radialista muito importante na sua carreira, “Simãozinho”, que o levou para a rádio Piratininga AM 750, na cidade de SJC, permanecendo na co-apresentação do programa “Porteira Sertaneja” por quase um ano.
Em 2006 foi apresentado à Rede Mundial de Televisão, onde recebeu o convite do diretor regional, Edvaldo Teixeira, para a criação e apresentação de um programa sertanejo para a TV local , o “Brasil Sertanejo” que era dirigido por Quessia Luz, permanecendo com um programa semanal até inicio de 2010.
Neste intervalo conheceu “Andrade”, da então dupla, Ramos & Andrade, que acabou em uma parceria de composição e posteriormente com dupla cantante chamada, Rodrigues Neto & Andrade, onde apresentaram um programa semanal na rádio capital FM 88,3 da cidade de Caçapava até dezembro de 2010, gravando oito músicas em parceria, até que resolveu seguir sua carreira solo com composições criadas por ele, Rodrigues Neto e o companheiro Andrade, além de outros compositores. Um objetivo realizado, o CD: Apenas um Sorriso.

Comentários Facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.