Filho de Antonio Moraes e Gilda Capassi, Mário Domingos de Moraes nasceu na Penha-SP mas é joseense de coração. Sendo o mais velho de cinco filhos e nascido numa família muito pobre, começou a trabalhar logo aos 10 anos como vendedor de doces (bijus) pelas ruas da capital no período da manha e estudava à tarde.
Após o término do ensino fundamental, estudou caldeiraria no SENAI-Lapa para atender um desejo de seu pai e trabalhava às tardes na Light-SP- local onde seu pai também trabalhou até se aposentar.
Porém, aquela não era sua profissão desejada, e então já tinha descoberto que para conquistar sonhos na vida, era necessário, além de estudar, ser também um empreendedor. Ele afirma que quando se vem de uma família pobre, se aprende desde cedo a ser independente e investir em si próprio.
Perseguindo então essa idéia, com 17 anos deixou a casa de seus pais e foi seguir na carreira de autônomo na área de vendas pelas cidades do interior paulista. Aos 21 anos se casou pela primeira vez e teve duas filhas. Dividindo sua dedicação entre a família, o trabalho e ainda com as filhas pequenas, conseguiu terminar seus estudos e se formar em Economia.


Anos mais tarde, através de um concurso, entrou no SESI-SP para trabalhar na administração de Supermercados, até ser promovido a Diretor do SESI de São José dos Campos, onde exerceu esse cargo durante 21 anos.
Durante esse período concluiu uma pós-graduação na área de gestão de projetos sociais na UFRJ e dentre as inúmeras atividades criadas para fortalecer o nome da empresa e oferecer o melhor serviço aos usuários do SESI, participou também da elaboração do Planejamento Estratégico do SESI – Nacional e de SP, e em São José dos Campos junto com sua equipe implantou a ISO 9001, criou e realizou eventos como o ”Recreança”, “Ação Global” (que de certa maneira foi a precursora do Poupatempo), torneio de natação “Peixinhos e Golfinhos”, projeto cultural “Música na Cidade”, “Olimpíadas da 3ª idade” e várias outras ações na área da Responsabilidade Social. Ainda na gestão do atual presidente da FIESP–SP – Paulo Skaf, conseguiu concretizar a idéia da construção do “Teatro do SESI-SJC”.


Posteriormente como presidente da Fundação Cassiano Ricardo na gestão do ex-prefeito Eduardo Cury, sempre buscou a criatividade, a inovaçãoe o envolvimento da equipe em todas as ações que beneficiassem de alguma maneira a população da cidade.
Acredita que os jovens deveriam se preocupar mais com seu futuro, se preparando psicologicamente e financeiramente para uma vida mais longa que a tecnologia e a medicina vem proporcionando ao ser humano.


Acabou de fazer um novo curso: “Ciclo estratégico empresarial e competitivo” na Conexão-FGV, em São José dos Campos e já está se preparando para novos cursos. Vive feliz e orgulhoso desta cidade que lhe acolheu a mais de 20 anos e da qual recebeu com muita honra, o Título de Cidadão Joseense e o Diploma de reconhecimento e JúbiIo pelos trabalhos realizados em prol da comunidade joseense, ainda como diretor do SESI.

Comentários Facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.