Natural de Miracatu-SP, foi estivador em Santos deixando essa profissão para especializar-se em cozinhas. Trabalhou em grandes empresas de alimentação até que resolveu organizar a categoria criando sindicatos. Montou o primeiro sindicato em Santos e no começo dos anos 80 chegou em São José dos Campos para fundar em 1982 o Sindicato dos Empregados em Empresas de Refeições Coletivas na cidade e região.
¨Está bem claro que o Sindicato é importante para todas as classes profissionais, pois se trata de uma organização que defende políticas coletivas e que luta pelo progresso dos trabalhadores. Entretanto, ainda existem pessoas que não sabem como ele funciona, nem como exatamente pode beneficiar o trabalhador. Contudo vale ressaltar que, primeiramente, tal entidade significa a força que o trabalhador sozinho não consegue ter, lutando para que os direitos dos trabalhadores sejam cumpridos.

É importante falar de sua importância para que as pessoas possam interagir mais e saber como exigir o que lhe é de direito. O país está vivendo um momento político cada vez mais agitado com grandes reformas importantes. A sociedade se mobiliza no sentido de alcançar consenso em todos os segmentos envolvidos, representando uma grande chance de ser escrita uma bela página do movimento sindical¨, diz João Mendes.

Além da atividade sindical, João Mendes é radialista tendo atuado em várias emissoras do estado e em SJC na rádio Logos FM apresentando programa evangélico e na Rádio Estadão onde é ancora de programa voltado a categoria dos funcionários das co

zinhas.
Sobre o rádio, João Mendes dá seu ponto de vista: ¨O rádio consegue cumprir com mais facilidade a função social da comunicação, que é atender aos interesses da sociedade em nível de circulação e pluralidade da informação sem excluir ou impedir alguém de receber e da capacidade de transmissão. Afinal, a informação é considerada um direito e uma ferramenta da sociedade para compreender e se movimentar na realidade¨.

Comentários Facebook

comments