Flávia Camargo é a oitava filha de uma família de 11 irmãos, todos ativos na igreja. Seus pais Afonso e Maria, ambos com 93 anos de idade, são até hoje a base de uma formação sólida, alicerçada nos princípios e valores cristãos.
Desde os 15 anos Flávia é engajada em movimentos e pastorais da igreja, onde foi catequista, monitora de crisma, membro da Equipe Diocesana da Campanha da Fraternidade, Dirigente do movimento da PLC – Peregrinação de Leigos Cristãos. Hoje é Ministra da Comunhão e membro da Pastoral Litúrgica da Catedral de São Dimas, onde participa do grupo de canto litúrgico, sendo possuidora de uma bela voz por todos elogiada.


Flávia iniciou o movimento de Fé e Política e o trabalho em Defesa da Vida na Diocese de São José dos Campos, tendo sido nomeada pelo então bispo Dom Nelson Westrupp para fazer parte da primeira Comissão Diocesana Sócio Política e da primeira Comissão Diocesana em Defesa da Vida da diocese.
Flávia é professora aposentada da Rede de Ensino Municipal, onde foi Diretora de Escola, Orientadora Educacional e Coordenadora de Ensino. Hoje Flávia atua junto a educação pública e particular ministrando palestras e cursos cujo enfoque é a Humanização da Educação e das Relações Interpessoais.


Flávia incentivada pelos cristãos e pelos seus colegas professores resolveu entrar para a política em 1993.
Foi vereadora por dois mandatos, candidata a deputada estadual obtendo mais de 25 mil votos e candidata a vice prefeita em 2004. Em 2006 decidiu não candidatar-se mais, continuando, seu trabalho junto a igreja, ao partido e a comunidade.
Porém, após repetidas insistências de seus eleitores e amigos para que voltasse ao pleito político, Flávia resolveu candidatar-se novamente em 2014 a deputada estadual pelo PHS- Partido Humanista da Solidariedade, partido que ajudou a organizar no estado de São Paulo e do qual participa desde seu início. Obteve quase 25 mil votos, sendo hoje a primeira suplente de deputada estadual de São Paulo..
Sua vida pessoal e pública sempre foi marcada pela ética, pela defesa da vida, da dignidade da pessoa humana e pelos princípios morais e cristãos. Sua atuação profissional e política estiveram sempre voltadas para a busca do bem comum, para a valorização da educação e do magistério e para a priorização de ações voltadas para a criança e o adolescente.


Como vereadora lutou bravamente pela moralização da política, tendo liderado o movimento vitorioso pelo fim das aposentadorias de políticos com oito anos de mandato e pela aprovação da Lei 9840/1999 contra a corrupção eleitoral.

Flávia é citada por todos que a conhecem com exemplo de honestidade e seriedade, como mulher batalhadora e comprometida com o bem comum e como cristã engajada, coerente com sua fé e voltada para o serviço ao próximo

Comentários Facebook

comments