Eliane Nikoluk Schachetti  comemorará 04 anos no Comando do CP1 . Apaixonada pelo que faz,  veio para modificar o ranking da RMV, Região Metropolitana do Vale do Paraíba, que era considerada a mais violenta do estado de São Paulo. Nascida em 1970, na capital Paulista, mudou-se ainda menina para Campos do Jordão, com a família, mãe professora, que lhe ensinou os  princípios da ciência e educação   filha do Coronel PM  Nicoluk, que a quem tinha um carinho especial  a firmeza do militarismo, moldou na filha a ética e o caráter rijo que  acompanha esta guerreira até o dia de hoje.    
Essa moça que um dia quis ser até Astronauta, entrou aos  17 anos na primeira turma de mulheres a frequentar os  4 anos da Academia de Policia do Barro Branco.  Esposa, mãe de 2 filhas , feminina, vaidosa encontrar  tempo para manter um visual delicado e feminino, quebrando a rigidez do uniforme miliar, sem no entanto quebrar a  firmeza que a carreira e a hierarquia lhe impõe. 
 Sem medo de criticas, a Coronel Nikoluk como é tratada ( seu nome de Guerra) fala das dificuldades das diversas jornadas que enfrentou  e enfrenta  sendo militar,  como a primeira mulher à frente da Polícia Militar na Região do Médio Vale do Paraíba,  (R.M.Vale), Desde a Academia as dificuldades e obstáculos sempre fizeram parte da vida desta Policial Militar na Academia , segundo a Coronel em entrevista  disse : “A gente parecia um grupo de extraterrestres que caiu naquele local”.
Formada na Academia Militar  de Policia do Barro Branco a Aspirante Eliana Nikoluk  ,  foi  trabalhar no fundo da zona leste de São Paulo, onde começou a carreira, segundo sua opinião : “ foi a melhor coisa que me aconteceu, aprendi muito, principalmente na questão trabalhar para servir. Esteve  Copom da capital, na Academia como instrutora, depois no   Palácio do Governo, como   segurança e muito tempo na Defesa Civil, neste período  obteve grande experiência na articulação e parcerias,  trazendo esta visão de gestora para a polícia. 

Comentários Facebook

comments