Edison de Castro nasceu em São Paulo transferindo-se ainda criança para a cidade de Mogi das Cruzes onde trabalhou na lavoura e com 12 anos já era tratorista. Com 14 anos conseguiu emprego em uma oficina de autos naquela cidade e dentre muitos clientes, atendeu o Engenheiro Ednardo de Paula Santos (empresário e futuro prefeito da cidade de SJC) que costumeiramente levava seu Corcel para revisão.
Amizade estreitada, Ednardo que estava para inaugurar uma filiar da Ford na cidade, a Vila Nova Veículos, convidou-o para trabalhar em São José dos Campos o que foi aceito.


Cyborg chegou trazendo amigos que com ele trabalhavam em Mogi das Cruzes. Após alguns anos de trabalho na empresa, Cyborg resolveu montar seu próprio negócio, e foi conversar com Ednardo, que agora, além de um dos sócios da Vila Nova era o prefeito da cidade. ¨Cheguei na prefeitura e o Ednardo quando me viu chamou-me para conversar. Eu disse a ele que estava na hora de abrir minha própria oficina e queria que ele me demitisse e ainda mais, que fosse meu avalista¨, conta, acrescentando que o pedido foi aceito, e o patrão avalizou a abertura de sua primeira empresa na Avenida Nelson D´Avila, a Oficina do Cyborg (apelido ganho ainda jovem). Hoje sua empresa é uma das mais tradicionais na cidade.


Edison Cyborg sempre foi um apaixonado pelos esportes, principalmente pelo São José EC. Fazendo parte da torcida ¨Buzinante¨, levava seu compressor no Estádio Martins Pereira para ¨inflamar os jogos da águia¨, diz. ¨Imagine retirar da oficina em todos os jogos do São José aquele pesado compressor, coloca-lo numa caminhonete e ir fazer barulho no estádio…. Era uma loucura¨, recorda ele.
Amigo dos radialistas esportivos, não demorou para Cyborg ser convidado pela antiga rádio Clube para ser o repórter das torcidas, e dali nasceu o gosto pelo trabalho radiofônico onde centenas de jogos tiveram a cobertura da emissora com Cyborg como repórter volante entrevistando personalidades, como: Sócrates, Falcão, Zico e outras feras.


Em 1985 além de radialista esportivo, Cyborg assumiu cargo de direção no São José EC reativando a equipe que anos antes havia sido rebaixada no Campeonato Paulista e encerrado suas atividades.
Em 1982 foi eleito vereador em São José dos Campos sendo reeleito em 1986. Em 2012 trabalhou para a eleição de seu filho Rogério Cyborg que hoje é um dos vereadores do município.

Comentários Facebook

comments